EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Mestre em Direito Econômico e Financeiro pela USP. LLM em Direito Tributário pelo INSPER. Especialização em Contabilidade, Controladoria e Finanças pela Fundacão Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras (FIPECAFI). Integrante das áreas Tributária e de Energia, possui atuação destacada em consultoria, incluindo estruturações societárias, fusões e aquisições. Destacado pelas publicações internacionais “Legal 500” e “Leaders League”, como um dos mais admirados advogados do Brasil na área do Direito Tributário. É membro do Instituto Brasileiro de Direito Tributário (IBDT) e da International Fiscal Association (IFA). Autor de diversos artigos e livros especialmente voltados ao Direito Tributário. Professor convidado em cursos de pós-graduação. Destacado pelas publicações internacionais “Legal 500” e “Leaders League” como um dos mais admirados advogados do Brasil na área do Direito Tributário.

formação
• Mestrado em Direito Econômico e Financeiro. Universidade de São Paulo, USP (2016).
• Especialização em Contabilidade, Controladoria e Finanças – Fundacão Instituto de Pesquisas Contabeis, Atuariais e Financeiras, FIPECAFI, São Paulo (2012).
• LLM Direito Tributário. Insper Instituto de Ensino e Pesquisa, INSPER, São Paulo (2009).
• Graduação em Direito – Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo (2006).

reconhecimento
• The Legal 500 – Latin America (2018/21).

publicações
• Arbitragem tributária – Uma alternativa necessária – Algumas reflexões sobre o PL 4257/19. Ronaldo KochemGabriel Stanton e Giácomo Paro, publicado no Migalhas, em 10 de junho de 2020.
• Tributação da Renda nos Planos de Opção de Compra de Ações. Editora Lumen Juris. 2019.
• Giácomo Paro e Luís Flávio Neto. Com a cabeça nas nuvens e os pés no chão? A tributação da renda no ambiente de cloud computing. Tributação da Economia Digital: Desafios, experiência internacional e novas perspectivas. Coord: Alexandre Monteiro, renato Faria e Ricardo Maitto. São Paulo: Saraiva Educação, 2018.
• A tributação no marketplace digital. Não são raras as discussões travadas acerca do papel das empresas detentoras dos marketplaces digitais, Portal Jota, 03 de junho de 2018.
• Tributação do investidor-anjo: reflexões e críticas. Receita Federal deveria ter instituído tributação diferenciada e benéfica, Portal Jota, 24 de agosto de 2017.
• Vetos deixam ISSQN desproporcional e podem prejudicar seriamente os municípios, Conjur, 01 de julho de 2017.
• Regulamentação para tributação dos rendimentos obtidos pelo investidor-anjo, Conjur, 18 de janeiro de 2017.
• A natureza da Selic para o TRF4. Os efeitos da decisão do tribunal na apuração do ganho de capital, Portal Jota, 23 de novembro de 2016.
• Mudança em regra da RFB evita distorções sobre ganho de capital, 26 de outubro de 2016.
• PARO, G.; Diniz, Rodrigo de Madureira Pará – A Lei nº 12.973 e a dedutibilidade das despesas com planos de pagamento baseados em ações. Revista Dialética de Direito Tributário. , v.237, p.37 – , 2015.
• PARO, G.; Diniz, Rodrigo de Madureira Pará – As implicações das cláusulas de ajuste de preços e das contas escrow na tributação pelo Imposto de Renda. Revista Tributária e de Finanças Públicas. , v.121, p.141 – , 2015.
• PARO, G.; Guzman, Antonio Carlos M. – PIS e COFINS sobre as receitas decorrentes da alienação de bens do ativo não circulante em vista das novas regras contábeis. Revista Dialética de Direito Tributário. , v.236, p.41 – , 2015.
• PARO, G.- PIS/COFINS Créditos Extemporâneos. Revista Tributária das Américas. , v.6, p.10 – 21, 2013.
• Processo Administrativo Fiscal Federal In: Tributação do Setor Industrial.1ª ed.São Paulo: Saraiva, 2013, p. 487-514.
• Alterações na legislação do PIS e da COFINS. Jornal DCI. , 2007.

atividades adicionais
• Membro do conselho fiscal de empresas.
• Instituto Brasileiro de Direito Tributário (IBDT): Professor Assistente no curso de Pós Graduação em Direito Tributário.
• Universidade de São Paulo (USP): Monitor do curso de especialização em Direito Tributário. (2010-2012).
• Associado ao Instituto Brasileiro de Arbitragem Tributária – IBAT.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Artigo
24/08/2021 - CARF e a tributação nos contratos de compartilhamento de custos – JOTA
Notícia
26/04/2021 - Gosto por imóveis turbina o setor de fundos
Notícia
14/09/2020 - PL da Lei de Falências amplia negociação de dívida e utilização de prejuízo fiscal