Luiz Gustavo Kaercher Loureiro Penal Empresarial, Compliance, Administrativo e Regulatório
gustavo.kaercher@soutocorrea.com
Idiomas : Inglês, Espanhol e Italiano |VCARD
EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL

Doutor em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Luiz Gustavo Kaercher Loureiro tem reconhecida atuação acadêmica, sendo professor associado e coordenador do grupo de estudos em Direito dos Recursos Naturais da Universidade Federal de Brasília (UnB). Possui pós-doutorado em Turim, na Itália, onde realizou trabalho sobre a distribuição federativa dos royalties de petróleo. Além de diversos artigos publicados em revistas nacionais, Loureiro é autor de quatro livros sobre a área de recursos naturais.

publicações
• Participações Governamentais na Indústria do Petróleo – Evolução Normativa. 1. ed. Porto Alegre: , 2011. v. 1. 174p .
• Direitos sociais e políticas públicas: desafios contemporâneos. 1. ed. Santa Cruz: EDUNISC, 2008. v. 8. 2620p .
• Constituição, energia e setor elétrico. 1. ed. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, 2008. v. 1. 166p
• A Indústria Elétrica e o Código de Águas. Sérgio Fabris, 2007.
• SOUTO, Carlos Fernando . O Novo Modelo Elétrico Brasileiro e as Cooperativas de Eletrificação Rural. Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1999. v. 01. 165p .
• Vários artigos sobre esses temas em revistas como: Revista de Direito Administrativo (FGV-RJ); Revista de Direito Público da Economia (Fórum); Revista de Direito Administrativo e Constitucional (Fórum)

formação
• Pós Doutorado em Turim (Univ. de Turim e International Centre of Economic Research) com trabalho sobre a distribuição federativa dos royalties do petróleo.
• Doutor em Direito (UFRGS).

atividades adicionais
• Professor Associado (concursado) de Direito Administrativo e Constitucional da Universidade de Brasília-UnB.
• Professor do Curso de Pós Graduação da UnB (atualmente em licença).
• Coordenador do Grupo de Estudos em Direito dos Recursos Naturais da Faculdade de Direito da UnB.

reconhecimento
• Fellowship Concedida (12/2012 a 02/2013). International Centre of Economic Research.